20 de Março, Dia Mundial da Saúde Bucal na Av. Paulista

 

ABCD dá início à campanha no Brasil

com prevenção de câncer bucal e foco

no HPV em adultos, jovens e idosos

 

Sorria para a Vida- Boca Esperta, Proteja sua Saúde Bucal será o slogan da campanha de 2017 que a Associação Brasileira de Cirurgiões-dentistas realiza pelo 4º ano consecutivo, para a detecção precoce de câncer bucal. Como país membro da Federação Dentária Internacional (FDI) a ABCD aproveita a data do Dia Mundial da Saúde Bucal, 20 de Março, para lançar sua campanha, que se estende por todo o ano.

O local da primeira ação deste ano será, tradicionalmente, a Av. Paulista, 1313, sob a marquise do prédio da Fiesp, com dois odontomóveis e o trabalho de cirurgiões-dentistas voluntários.

Diagnóstico precoce - A ABCD reforça em sua campanha, que possibilita contato direto com a população, a conscientização e a prevenção de fatores de riscos que ampliam o perigo do câncer bucal, como uso de álcool e tabaco que, consumidos juntos, potencializam a chance da doença.

HPV, em todas as idades - Fator importante introduzido na campanha desde 2015 e ampliado neste ano, é o alerta ao contágio do HPV que pode ser transmitido entre jovens, adultos e idosos, devido tanto à falta de informação, à liberalidade social como à longevidade, todas aliadas à ausência de proteção em contatos sexuais.

Faixa etária é ampliada - A ABCD vem ampliando também, explica Silvio Cecchetto, presidente da entidade, que a faixa etária de atendimento, inicialmente definida para adultos, foi sendo ampliada para os jovens e, neste ano, para aos idosos, tanto uns como outros devido à contaminação pelo HPV e que pode, na maioria das vezes, ser identificado também na boca.

Saúde em escala nacional – Cecchetto incentiva que os profissionais se tornem defensores deste movimento para lutar não apenas por hábitos saudáveis, mas também a favor das mudanças de políticas públicas de saúde em todo o País.

Ações objetivas – Todo o esforço que a ABCD vem dedicando desde 2014

à Campanha Sorria para  a Vida, de detecção precoce de câncer bucal, tem por finalidade transformar metas em ações objetivas. Desta forma, a intenção de diagnosticar precocemente o câncer bucal tem alcançado pouco a pouco seu objetivo de conscientização e salvado vidas: já foram feitas mais de 50 ações, com cerca de 14 mil atendimentos e identificadas 1.040 lesões bucais. No Brasil, o câncer bucal mata uma pessoa a cada 2 horas e a prevenção e diagnóstico precoce são as únicas maneiras de evitar novas mortes. A expectativa deste ano é atender 10 mil pessoas.

Realização - A Campanha Sorria para a Vida é coordenada pela Associação Brasileira de Cirurgiões-dentistas e tem como co-realizadores a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos e de Laboratórios (Abimo), o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) e a Associação Paulista de Cirurgiões-dentistas (APCD).

Dados sobre HPV e câncer bucal

O câncer bucal mata 1 brasileiro a cada 2 horas. A prevenção é a única maneira de salvar vidas e esta é a missão da ABCD

 

Em idosos -  O prolongamento da vida sexual, somado a práticas inseguras, tem influenciado a ocorrência de DSTs também em idosos. Normalmente, o uso da camisinha está relacionado a não engravidar e essa é uma preocupação inexistente entre os idosos, motivo que os levam a desprezar proteção sexual. Diversas pesquisas apontam  que os idosos estão mais ativos em todos os campos, inclusive no sexual.

 

Adultos - Devem ser conscientes e levar vida saudável, que inclui visitas regulares ao cirurgião-dentista, profissional que detecta câncer bucal nos primeiros sinais e  a prevenção é a única maneira de salvar vidas

 

Jovens -  Nos últimos anos foi registrado crescimento exponencial de HPV em jovens, também por sexo desprotegido, bastando contatos e não relações sexuais. A ABCD comemora o início da vacinação para HPV também em meninos, antiga reivindicação da entidade.

 

Outros dados

* 90% da população mundial já teve algum contato com o HPV. Desse universo, 95% se livra dele naturalmente e 5% desenvolve ou vai desenvolver algum tipo de câncer

 

*Há uma década, o HPV respondia por 25% dos casos de câncer de amígdala; agora, está associado a 80% desses tumores

* 19 mil casos novos de câncer de cabeça e pescoço estão previstos para este ano, segundo o Inca

*70% dos tumores são diagnosticados em fases avançadas

* O HPV é um vírus transmitido, na maioria dos casos, pela prática sexual sem proteção

*Vilão do câncer de colo de útero, HPV ainda encontra barreiras para sua contenção

 

*Dose única da vacina contra HPV se mostra eficiente na prevenção do câncer.

 

ABCD Brasil - Associação Brasileira de Cirurgiões- Dentistas
Rua Voluntários da Pátria, 547 - São Paulo - SP
CEP. 02011-000 - Fone.: 55 11 3017- 0955 - Fax.: 55 11 3017-0957
abcd@abcdbrasil.org.br
Desenvolvido por MixMkt/ICL